quarta-feira, 28 de maio de 2014

Missão: Toutinegra-dos-valados

https://www.flickr.com/photos/the_rock_7/sets/72157626701451083

As toutinegras são conhecidas por serem escutadas, mas nunca vistas. À semelhança dos rouxinóis, sabemos que elas se encontram por entre a vegetação, mas raramente se deixam identificar visualmente. Preferindo a proteção das sombras e do desconhecido.
 
No entanto, em determinadas situações estas espécies revelam um pouco da sua ecologia. Neste caso, esta toutinegra-dos-valados (Sylvia melanocephala) abandonou a segurança dos arbustos para beber água num bebedouro em plena serra da Arrábida. Esta região, embora possua muita vegetação, é uma região seca durante o verão. A serra de origem calcária possui amplas grutas espalhadas pelo coração do parque natural, por onde a água escoa até chegar ao oceano. Esta particularidade leva ao misterioso desaparecimento da água nos meses quentes do verão, deixando as espécies que lá habitam à mercê da pouca água que encontram, e quando a encontram aproveitam-na ao máximo. No Parque Ambiental do Alambre existem muitas espécies que aproveitam qualquer poça de água para se banharem nas quentes manhãs do verão.

https://www.flickr.com/photos/the_rock_7/sets/72157626701451083

0 comentários:

Enviar um comentário